Argentina: Buenos Aires em 5 dias [Roteiro de Viagem]

23 jul 2017
Postado em DestaquesLua de Mel // com 0 comentários

Poderia ser lua de mel, mas dessa vez foi para comemorar nosso primeiro ano de casados (pra ver todos os posts sobre nosso casamento, inclusive o roteiro da lua de mel, clique aqui). <3

Sempre quis conhecer mais nossos hermanos e sou apaixonada por organizar viagens. Então há uns 4 meses começamos os planos dessa semaninha em solo argentino.

sesion-pareja-buenos-aires-argentina-puerto-madero (15)

Moeda

Levamos real e trocamos no aeroporto de Buenos Aires mesmo. O câmbio é bem parecido com as casas do centro da cidade e com as casas ‘não oficiais’. Disseram ser um esforço do governo para combater a grande circulação de notas falsas. Daria pra levar dólar e trocar por peso argentino também, mas a cotação não estava compensando e preferimos levar real.

Dá pra pagar em dólar ou real na maioria de lugares. O problema é que você fica refém da cotação de cada lugar. Achamos mais negócio circular com moeda local e/ou cartão de crédito.

Onde Ficar

Os bairros Palermo e Recoleta são bem indicados pra hospedagem. O centro é melhor localizado mas um pouco complicado de andar a noite pela falta de segurança. Optamos por alugar um apartamento pelo Airbnb na Recoleta.

Quanto Levar

Pegamos o peso a 4,20 reais. A Buenos Aires barata ficou nos sonhos. Hoje tudo custa bastante dinheiro por lá. Comparativamente, pense na cidade de São Paulo, é mais ou menos o mesmo custo. Leve de 400 a 800 reais por dia para o casal (contabilizando comida e bebida, transporte e atrações – shows, museus, etc).

Como se locomover

Se tiver sinal de internet, o Uber funciona muito bem lá, quase sempre com preço dinâmico mas, ainda assim, mais barato que táxi. Não pegue táxi na rua, não é muito seguro e você vai gastar mais. Peça no hotel ou no app Easy Taxi.

Usamos bastante metrô durante o dia. Cobre boa parte da cidade, tem wi-fi nas estações e um mapa bem claro.

Compras

Como eu disse, Buenos Aires está bem cara e seguramos a mão nas compras. O que vale a pena: vinho e doce de leite. O pessoal costuma falar muito do alfajor mas eu não ligo muito pra esse doce específico. Agora o doce de leite é uma afronta. Inexplicavelmente maravilhoso. Me arrependi super de não ter trazido uma dúzia de potes. Dica de marca: La Serenísima Estilo Colonial. Custa cerca de 10 reais no mercado e é uma das coisas mais maravilhosas do universo.

Sobre vinhos: é muito barato mesmo. Até nos restaurantes. Às vezes custava mais barato que água! No mercado então, dá taquicardia ver aquela variedade de vinhos ótimos custando até 30 reais. Um rótulo que aqui custa 80 reais, pagamos cerca de 20. Trouxemos algumas garrafas mas queria ter trazido mais. Ah, cuidado ao embalar. Uma das garrafas quebrou dentro da mala e vocês já devem imaginar o estrago. :/

Primeiro Dia

Chegamos por volta de meio-dia e saímos em busca de uma famoso restaurante que ficava próximo ao apê, o Sanjuanino. A melhor empanada do planeta! Vinho da casa excelente e a sobremesa exageradamente boa. Valeu a pena. Conta: 430 pesos.

À tarde demos uma volta pelo bairro e fomos descansar. À noite conhecemos o bar secreto Frank’s. Excelente para drinks e caro. A conta ficou 1400 pesos.

Segundo Dia

Fomos conhecer nosso vizinho, o Cemitério da Recoleta. Fica muito mais legal se você pesquisa as histórias de lá antes. 😉 #dica

Depois passamos resto da manhã no Museo Nacional de Bellas Artes (MNBA). Por mim, ficaria o dia todo. Que lugar maravilhoso! Além dos artistas argentinos, o museu tem Rodin, Rembrandt, Renoir, Cézanne, Picasso… <3 E a visita é gratuita.

Saindo do museu, caminhamos pelos arredores onde vimos de perto a Floralis Generica, uma escultura de flor metálica que abre e fecha suas pétalas. Mas algo ao lado do parque onde fica a escultura chamou mais atenção: o prédio da faculdade de Direito. Que construção imponente! Aliás, Buenos Aires encanta demais no quesito arquitetura. É um manancial de prédios incríveis!

Pegamos o metrô para caminhar pela avenida Corrientes. Vimos a Casa Rosada, o Obelisco, o jardim vertical com as iniciais da cidade e a maravilhosa biblioteca El Ateneo. O plano era almoçar no famoso Café Tortoni mas a fila estava imensa. O que acabou sendo ótimo porque almoçamos em um lugar próximo e excelente: Café La Junta Del 1810, na belíssima Avenida De Mayo. Conta do almoço: 430 pesos.

À noite fomos em um dos muitos pubs perto do apartamento. O Silver Pub foi uma grata surpresa. Drinks e petiscos ótimos. Conta: 900 pesos.

Terceiro Dia

Feira de San Telmo. Essa feirinha acontece aos domingos e começa por volta das 10h da manhã. Achei ok, nada de super imperdível ou diferente. Mas tinha um conjunto tocando na rua, o que valeu o passeio.

Próxima parada: a colorida rua-museu Caminito. Muita lembrancinha pra comprar, muitos restaurantes e as casas cheias de cores. É legal pra andar sem planos até encontrar o La Bombonera, estádio do Boca Juniors, que fica no mesmo bairro. Existe a visita guiada mas optamos por não fazer, custava 200 pesos por pessoa.

Caminito

Caminito

Pegamos um táxi para mais um museu: o MALBA, um dos mais famosos do país. É onde vemos obras das poderosas Frida e Tarsila. Tem muita arte moderna, exposições itinerantes e muita coisa pra mexer com a cabeça.

Almoçamos no fast food do shopping Paseo Alcorta (430 pesos) e jantamos no aclamado La Parolaccia Del Mare – uma das melhores experiências gastronômicas já vividas por esse jovem casal. Conta: 1600 pesos (prato, sobremesa e 2 garrafas de vinho).

Quarto Dia

Suposto dia de compras. Fomos na região dos outlets, em Villa Crespo. Bem fuén. Idem para a tal da Calle Murillo, cheia de lojas com artigos de couro (de fábrica). Algumas coisas até um pouco mais baratas mas a gente meio que se olhou no meio da caminhada e decidimos: “vamos gastar comendo e bebendo melhor e esquecer compras.”

Almoçamos no Palermo Café, delicioso e salgadinho no preço: 1000 pesos a conta.

Tínhamos vontade de ver um show de tango mesmo que fosse ‘programa de turista’. Escolhemos o Madero Tango para a noite. Pelas boas indicações em blogs de viagens e pelo custo-benefício. Foi incrível! Tudo lindo, show impecável, atendimento excelente, comida e bebida muito boas, vista de Puerto Madero sensacional. Enfim, recomendamos muito. Comprei com o pessoal do Aguiar Buenos Aires e consegui mais barato que no próprio local. Indico super! Tratamos tudo por e-mail e o serviço foi muito bem executado.

Quinto dia

Caminhada pelas ruas da Recoleta. A tarde fizemos um ensaio em Puerto Madero, visitamos o belíssimo Galerias Pacífico e fechamos a noite embolotando no La Cabrera – muito bom, não sensacional, mas bom. Conta: 1500 pesos com prato, sobremesa e 2 garrafas de vinho.

Viemos embora na manhã seguinte com excesso de bagagem no corpo e nas malas haha. Mas muito gratos por essa experiência linda. Valeu demais, Buenos Aires.

Mais dicas

Como não tínhamos café da manhã, cada dia conhecemos um lugar diferente pra tomar café. Isso foi delicioso! Fica a menção honrosa ao fofíssimo Le Pain Quotidien do Recoleta Mall, bem na lateral do cemitério.

Pegamos muito frio e isso atrapalhou um pouco. O pique pra bater perna não foi o mesmo que seria se a temperatura estivesse mais amena.

Sobre a comunicação, arrisquei treinar o espanhol da sala de aula mas os argentinos são super receptivos. Tentam sempre falar português e no final dá tudo muito certo.

A cidade é imensa e sempre vai ter coisas pra fazer. Achei nossos 5 dias suficientes mas, se apertasse, em 4 dias também daria pra conhecer bem. Quem quer uma viagem em um ritmo mais slow ou até fazer passeios fora, como o de Colônia do Sacramento, melhor esticar o período para 6 ou 7 dias.

 

Sites que me ajudaram a planejar a viagem ou tirar dúvidas enquanto estávamos lá:

Aguiar Buenos Aires (dicas de passeios)

Viaje na Viagem (roteiro e dicas)

Guia Óleo (dicas dos locais)

Restorando (reservas de restaurantes)

Conhece Buenos Aires e tem dicas? Ou quer ir pra lá e tem dúvidas? Deixa um comentário pra gente. :)



Comente pelo Facebook:

Ou comente por aqui

bem-casados bolo brindes buffet buque colorido cabelo e maquiagem casamento classico casamento colorido casamento de dia casamento noite casamento no verão casamento real casamento rústico casamentos reais casamento vintage casoriomarceloefernanda cerimonial chalkboard decoração decoração dia decoração verde dicas diy doces ensaio estética evento de noivas feira de noivas fornecedores fotografia lembranças lousinha lua de mel luzinhas madrinhas padronizadas maquiagem noiva música noivado organizando casamento pre-wedding publieditorial roselia lima tendência decoração casamento vestido vestido de noiva

Noivas De Ribeirão Preto • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por